Home Agenda bh dicas Exposição estranha no CCBB – BH

Exposição estranha no CCBB – BH

Exposição estranha no CCBB – BH
0
0

Arte. 

Quem produz, expressa suas emoções e ideias. Quem vê, interpreta de um jeito diferente, muito particular e único. Né? Aprendi assim, confirmo e acho que essa é a magia. Você e eu vamos a uma mesma exposição, e saímos de lá com impressões completamente diferentes. Ou não. Vai saber?

Vou te contar da minha experiência na exposição “A casa é o Corpo”, no CCBB BH. Fui convidada para conhecer logo que chegou aqui em Belo Horizonte, mas no dia marcado já estava comprometida com um outro evento e não pude ir. Como aqui é o espaço que eu divido com vocês, a minha experiência em Belo Horizonte, fui lá conferir a exposição para fazer esse post. E achei tudo muito curioso.

Me informei, previamente. Mesmo não sendo uma estudiosa das artes, eu me interesso, gosto, valorizo e tento incentivar quem está próximo a consumir de alguma maneira. Li que se tratava de uma exposição interativa e que o artista austríaco Erwin Wurm, reconfigurou objetos familiares como casas, carros, roupas e alimentos para um contexto inesperado, com um tom crítico à sociedade contemporânea. Fui esperando interação e reflexão.

Em uma das obras, o visitante é convidado a enfiar a cabeça na casinha de cachorro.

Estranho, é a palavra que define minha experiência. Isso não quer dizer ruim, ok? O que me causou estranhamento, foi o fato de a exposição, ser completamente diferente a tudo que já vi. As ideias que o artista teve, para representar o corpo humano, não apenas do ponto de vista físico mexe com a nossa imaginação, desafia hábitos e inverte lógicas. Imagina só, cuspir na sopa de um amigo? Por lá, uma fotografia exatamente dessa situação, que quando vi, fiquei com nojo. E se você virasse um monumento? Sim, é possível. Por 60 segundo, em cima de uma plataforma branca, você fica ali, de estátua representando o que quiser.

A ideia, acho que era essa mesmo. Despertar na gente, algo inesperado, incômodo e que não esteja dentro da nossa zona de conforto. Um sentimento estranho. Desconhecido. A exposição apresenta um trabalho que discute o corpo humano incluindo o ponto de vista psicológico, através de objetos que falam sobre cada um de nós. Fica a questão: “A Casa, é parte do nosso corpo?“.

Já nessa obra, você é desafiado a deitar sobre essas bolinhas amarelas e não deixar que seu corpo encoste na superfície branca.

Vale a pena ir e tirar sua própria conclusão. Se conviver com crianças, aposte no programa! Elas vão adorar, também. Me conta aqui o que você acha e se já foi visitar essa exposição? Fiz vários stories enquanto estava lá, e o retorno foi variado. Estou curiosa para saber de você!!! Já acompanha o bhdicas no instagram? #cliqueaqui . Não deixe também de assinar a news para receber no seu e-mail o resumo da semana com as dicas. #cliqueaqui .

Onde é: CCBB BH – Praça da Liberdade. Quando ir: até 18 de setembro – de 9:00 as 21:00 (só não funciona na terça). Quanto custa: GRATUITO. Não vá de carro, péssimo para estacionar.

Um beijo e até a próxima!

 

 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *