Home PAI TEM QUE FAZER TUDO Recado para os pais que ficam com ciúmes após a chegada dos filhos
0

Recado para os pais que ficam com ciúmes após a chegada dos filhos

Recado para os pais que ficam com ciúmes após a chegada dos filhos
0
0

Respirei fundo antes de escrever. Quero deixar claro que não sou um pai perfeito. Errei e bastante. Busco sempre melhorar!

Mas decidi escrever o texto de hoje após receber alguns relatos de pais com ciúmes após a chegada dos filhos.  

Meu recado gentil e construtivo para os meus amigos pais que ficam com a sensação de que perderam as suas esposas, independentemente da idade da criança, é: Não pense assim! As mães precisam do nosso apoio e é desumano este tipo de pressão. Você não perdeu a sua esposa. VOCÊ GANHOU UM FILHO! Tenha paciência no início e no durante. É tudo muito novo. As mulheres são fortes e guerreiras, mas passam por momentos que precisam do nosso apoio. Daí você começa a cobrar de forma ameaçadora e isso não dá. “É ele ou eu!”. Claro que ela vai escolher a criança. E eu faria o mesmo em caso extremo de um conflito conjugal. Separar por ciúmes ou isolar a criança! Reflita urgente, meu amigo!

Então, tente o diálogo mesmo se seu filho tem 2 dias, 6 meses ou 10 anos! Abra o seu coração, diga a sua esposa que você também precisa de carinho. Leve para o lado mais bem-humorado… se vista de um bebê, sei lá! Mas evite criar uma bola de neve. Se não derem certo as sugestões, procure apoio de um especialista ou procurem juntos. O casal!

Acredito que agindo como uma disputa você vai perder o foco do que é o melhor da vida: SEU FILHO! O TEMPO PASSA MUITO RÁPIDO.

Bruno e Samuca

Mamães, o foco deste texto foi para os papais. Andei recebendo alguns casos. Mas, observe também. Traga pra perto o maridão! Dê um chamego nele! Diga que o ama! Isso pode ajudar!

Ressalto que lá em casa não é uma família de propaganda de margarina. Tivemos e temos muitos problemas, mas vivemos nosso filho intensamente e sem ciúmes. Somos todos Samuca! E um pelo outro!

Combinado?

Até a Próxima!

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *