As dores e delícias de uma árvore chamada MANACÁ

Ei!

Tudo bem aí?

Se você acompanha o BH Dicas há mais tempo, já deve ter reparado que não sou muito boa com plantas. Não sei o que acontece. Já tentei horta de tudo quanto é tipo e até um cactos se foi. Agora as jabuticabeiras estão vingando. Oremos.

Não tenho intenção nenhuma em te contar, pelo menos nesse post, como fazer para que suas plantas fiquem vivas. Estou em busca de aprender. E nessa busca, fui entender melhor sobre o MANACÁ.

Vou te contar como minha história se cruzou com essa árvore. Marido estava doente, nada grave, era apenas uma gripe forte que passei pra ele. E numa sexta-feira, que geralmente tiro para olhar as coisas de casa, fui em busca de uma planta para alegrar o dia dele. Eu não sei cuidar direito, mas AMO planta, gente.

Me sinto tão bem perto da natureza e acho que flores, folhas, arvores, qualquer que seja a planta, dá uma vida e um astral diferente na casa da gente. Entrei na floricultura em busca de uma orquídea, ou um vazo com uma flor bonita. Meu marido é arquiteto, e ama plantinhas também.

Foto: BH DICAS

Quando me deparei com esse manacá, foi amor a primeira vista. Primeiro que ele é símbolo de família pra mim. Na casa da mamãe tem um, lindo demais, que quando chega essa época ele florece tantoooo, inunda a casa com seu cheiro delicioso e enche nosso coração de alegria, amor, afeto…

Você precisa saber o seguinte: existem dois tipos. Um mais simples, que não tem cheiro. E o MANACÁ DE JARDIM. Pode ficar num vazo, como esse daqui de casa, mas se você tiver aí um quintal com grama, vale replantar. Parece que ele não precisa de que muita profundidade. As flores nascem roxinhas, vão ficando brancas e é nelas que estão todo o perfume maravilhoso. Se assemelha ao cheiro de dama da noite.

É bom você saber também que junto dessas qualidades todas, a árvore tem uma especificidade. a BORBOLETA do manacá. As borboletas são lindas e do bem, mas colocam ovos nas folhas e que se transformam em lagartas. E dá muita viu? Lembro da casa da mamãe e essa é a parte chata dessa planta. Essas lagartas se reproduzem numa velocidade absurda e apesar de não serem perigosas (dizem que não queima, mas eu nunca testei), não é bom para os pets.

Ainda não aconteceu aqui em casa, porque ela veio morar aqui tem muito pouco tempo. Mas já aguardo e sei que mais cedo ou mais tarde isso vai acontecer. Mas ainda assim, acredito que olhar para ele todo dia, florido e sentir seu perfume vale a pena!

E você? Tem plantinhas em casa?

Virgínia Sasdelli

Sem Comentários ainda

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

BH Dicas

CONECTE-SE