Uai, mas você trabalha com o que?

Ei!!!

Tudo bem aí? Vim conversar sobre um assunto que gera bastante curiosidade. “Afinal, isso que voce faz é um trabalho? Voce ganha por ele? ” Já respondo bem rápido: sim.

Com a evolução da sociedade, é normal que algumas profissões deixem de existir e outras comecem a surgir. Todo mundo precisa se reinventar todo dia e se adaptar ao que acontece, aos novos estilos de vida. Gostando ou não, é assim que a roda gira.

Eu trabalhava como psicóloga, na Saúde Mental. Fiquei desempregada e enquanto procurava um trabalho, comecei a olhar a cidade de uma maneira que nunca tinha visto.. e ao redescobrir meu amor pela cidade, minha vida mudou. Veja aqui a minha história completa. Comecei a compartilhar minhas experiencias, de forma genuína, gratuita, sem intenções financeiras, sem estudar, sem me preocupar com algoritmo nenhum, legendas, hashtags, horários… sem ligar se a foto tá bonita ou se podia melhorar. Simples assim.

A palavra de ordem foi, é e sempre será: compartilhar.

Com o passar dos meses, as pessoas foram descobrindo o BH Dicas e gostando [daquele CONTEÚDO que eu compartilhava] e foi aí que senti a necessidade de profissionalizar. Então, se tem gente vendo, gostando e aproveitando isso tudo que eu falo, preciso pensar sim na foto, na legenda, em buscar mais sobre esse assunto e estudar, para alcançar e ajudar mais pessoas.

Aí, começou a dar MUIIIIIIIITO trabalho. A tomar muito tempo. A ser um investimento. Vídeo, curso, evento de marketing digital, capacitação, branding, reuniões. As tomadas de decisões. Contratar uma pessoa para me ajudar. Alugar uma sala. Abrir empresa, ter cnpj, dar nota fiscal, pagar imposto. Até então, nem sabia o endereço de um contador. E hoje, tá nos meus contatos rápidos no celular.

Foto: BH DICAS

Marcas começaram a se interessar e enxergar uma nova oportunidade para divulgar seus produtos. Começam os negócios. As propostas indecentes, o jeitinho, as permutas, os recebidos… e como toda profissão, as pessoas que não tem o mesmo objetivo que voce e nem a mesma responsabilidade, e seguem prejudicando o andamento do mercado.

Mas tem também pessoas incríveis, inspiradoras que te ajudam a pensar diferente. Te motivam, compartilham conhecimento, experiencias. Tem sim, empresas que valorizam o seu trabalho e entendem que juntos, conseguimos mais. Desafios que impulsionam… Entregar valor para quem acompanha, divulgar marcas e manter a essencia.

Bom, poderia falar de cada um desses tópicos, mas hoje vamos falar do trabalho em si. Nu e cru. Cotidiano. Não tenho rotina e adoro isso. Muitas pessoas pensam que o trabalho tem que ser chato, cansativo e padrão. Acordar cedo, aguentar chefe, o coleguinha reclamão e volta para casa suuuuper cansada. Que se não for assim, não é trabalho. Se voce gosta, não é trabalho. E não é verdade.

Eu amo o que faço, dá muito trabalho, mas é muito prazeroso. Acordo, numa segunda feira cedão, feliz. Na terça consigo dormir até mais tarde um pouco, e assim vou construindo meu dia a dia, minha rotina. São muitas atividades, e hoje estou compartilhando no stories [depois vai virar um IGTV] o meu dia. Cada criador de conteúdo tem uma realidade diferente, e eu estou contando um pouco da minha.

Me conta de voce? Voce ama o que faz?

Bjx,

Sem Comentários ainda

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

BH Dicas

CONECTE-SE