Já pensou em ser turista na própria cidade?

Ei!

Tudo bem por aí? Cheguei de viagem no fim de semana, foram 15 dias fora da minha amada cidade, Belo Horizonte, e viajar é sempre muito bom, mas voltar para casa, é maravilhoso também, né?

Foto: Ponte do Brooklyn

Fui com o meu marido em uma mini férias até New York. Foi uma viagem perfeita. Cheia de lembranças da nossa lua de mel e com muitas descobertas.. afinal, a cada visita, uma nova cidade, né? Aguarde por favorzinho, que em breve sai o post com tudo que a gente fez lá, o que achamos interessante e o que recomendo. Gravei tudo para o Youtube também.

Eu amo viajar. Ver coisas diferentes, novidades, entender um pouco mais sobre outras culturas. Divertir, descansar a cabeça, viver, amar. E sempre que viajo, volto com a sensação de que devíamos conhecer nossa cidade, com o interesse dos visitantes.

Explico.

Quando vamos para algum lugar como turistas, fazemos roteiros, listamos tudo que queremos conhecer, separamos os restaurantes, as dicas, os passeios. Muitas vezes, “conhecemos” uma cidade em poucos dias, certo? Por que na que a gente mora, as vezes demoramos uma vida inteira? Fico pensativa, refletindo com alguns relatos que recebo quando estou na Praça do Papa ou na Lagoa da Pampulha e recebo mensagens de pessoas que não conhecem.

Por que será que não se interessam? Você conhece Belo Horizonte?

Foto: bhdicas

Entendo que quando moramos na cidade, temos acesso a determinadas coisas, programas, lugares… todo o tempo. E talvez essa comodidade faça com que adiemos aquela visita ao CCBB, ou uma água de coco na Lagoa da Pampulha. “Ahhh, quero ver o pôr do sol na Praça do Papa, mas depois eu vou.

Já imaginou que incrível fazer um roteirinho da própria cidade para conhecer? As vezes colocar um prazo. Até o fim do ano, por exemplo, tentar conhecer os principais museus. Me conta o que você pensa disso, se estou ficando maluca ou se faz algum sentido <3

Bjs.

14 Comentários
  1. Oi, tudo bem? fez boa viagem? então… eu até queria dizer o que eu acho… mas fico sem jeito de dizer nos comentários e como não consegui seu email, vou inscrever meu nome, email e site… se interessar, retorno mensagem para seu contato.

  2. Que reflexão pertinente, Virgínia! Muitas vezes nos deixamos abduzir pela loucura do dia-a-dia e perdemos coisas realmente importantes, que fazem parte de nós. A necessidade de relaxar e ter um tempo conectado com você mesmo é somada à urgência de ter intimidade com a nossa história. Ocupar espaços públicos, conhecer mais sobre nossa cultura e produzir reflexões de auto conhecimento por meio da prática turística de nossa cidade me parece uma possibilidade incrível. Obrigada pelo incentivo de algo valioso! Um beijo.

  3. eu gosto muito de redescobrir bh. muitas x pego onibus fora do horário de pico e vou em bairros tipo ,Veneza,Lindeia ,Caetano Furquim e etc . vou e volto no mesmo onibus ,é interessante vc estar com as pessoas .é mesmo aqui pelo centro vou sempre em algum lugar ou loja ou café que não tenha ido. claro que vou sozinha.

    1. Ei Nara, tudo bem?
      Fico pensando sobre quem te deu o direito de comentar sobre o corpo das outras pessoas.
      Imagino que se você fala isso aqui, deve comentar sobre o corpo de quem você está perto de você! Que pena.
      Eu não preciso emagrecer.
      Você é que precisa se tratar e procurar um bom analista para curar esse preconceito e falta de noção.
      Tenho boas dicas de terapeutas, ok?
      Tenta ser feliz, linda.
      Beijos.

      1. Vc é linda!! Uma das pessoas com mais luz que já vi na internet. Que carisma, que alegria, que felicidade que contagiam!! Mudei há pouco para BH e confesso muita dificuldade de adaptação. Todas as vezes que fico pra baixo, com sds da família, dos amigos, vou aos seus stories e sinto a energia da tela!! Sua, do Hugo, das meninas(Fada e Frida)…e hj estive por aqui. Que máximo!! Essas suas dicas são fantásticas e este post me chamou super a atenção. Exatamente, pq n?? Pq n conhecer mais a cidade que estou(que moramos, Nossa cidade) e me dar a chance de ser turista, em um lugar que tem tanto a conhecer e mto na gastronomia, oq nos trouxe para cá, em função do trabalho do meu marido. Respondendo a sua pergunta, normalmente esquecemos de curtir as coisas simples do lugar onde moramos e saímos para fazer exatamente isso em outras cidades a passeio. Ainda n me dei todas as oportunidades, mas com certeza me darei mais. Belo incentivo!! Obrigada por sua delicadeza, luz e alegria contagiantes!! Grande abraço!!

      2. Nara
        Voce precisa ter um pouco de boa educção, ou discrição, ou abertura de mente so’ um pouco pois percebi quando li seu comentario que você deslizou um pouquinho.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

BH Dicas

CONECTE-SE