Campanhas de solidariedade na quarentena em Belo Horizonte

Nesse momento pelo qual estamos passando, fica ainda mais claro que juntos, somos mais fortes e que ajudar o outro como podemos é sempre importante. Por isso, segue lista com algumas campanhas de solidariedade que estão acontecendo em Belo Horizonte e em outros lugares também. Se puder ajudar e souber de mais alguma, conta nos comentários.

Olha que legal essa iniciativa: a Isabela, que é sobrinha do Hugo, meu marido, criou um perfil no Instagram chamado Campanha Solidariedade, com o objetivo de divulgar artesãs e artesãos de todo o país que estão produzindo máscaras para venda. Isso não só ajuda essas pessoas a garantirem sua renda, como também ajuda aqueles que estão em busca de máscaras para comprar.

Foto instagram da campanha

E tem também o movimento Um Milhão de Máscaras, cujas máscaras produzidas com o dinheiro arrecadado são todas doadas para asilos e hospitais de Belo Horizonte. Para fazer sua doação, acesse o link do Evoé.

Não está tendo Feira Hippie na Afonso Pena, mas você pode continuar adquirindo produtos dos feirantes, porque a Silvia Piastrelli criou o perfil do Instagram Fala Feira Oficial, na qual divulga os trabalhos e incentiva sua valorização.

E para incentivar os pequenos produtores da nossa cidade, siga o perfil Compro do Pequeno, que foi inspirado no perfil Compre do Pequeno, que divulga empreendedores de todo o país.

O bloco Então, Brilha! está arrecadando donativos (alimentos e materiais de higiene e limpeza) para pessoas em situação de rua e trabalhadores e trabalhadoras sexuais. Para saber como ajudar, acesse esse link.

Foto do instagram do Então Brilha

A campanha Espalhe Cestas foi criada pela Rachel Ribeiro e está ajudando milhares de famílias de Belo Horizonte. Com apenas R$50 você consegue ajudar 2 famílias por um mês. É só fazer sua doação pelo link do Evoé e os voluntários que trabalham com ela preparam e entregam as cestas a quem precisa.

A Força do Bem também está arrecadando dinheiro para a montagem e entrega de cestas básicas a famílias de baixa renda de BH. Acesse o Instagram deles para saber como fazer sua doação.

Várias entidades de Belo Horizonte se uniram e criaram a campanha Comunidade Viva Sem Fome, com o intuito de arrecadar doações para levar alimentos e produtos de higiene e limpeza a famílias que precisam, da cidade e da região metropolitana. Se quiser ajudar, você pode fazer sua doação diretamente pelo site deles.

A Associação Querubins já faz um trabalho lindo em BH há 25 anos e, nesse momento, estão arrecadando alimentos e materiais de higiene e limpeza para as famílias dos seus querubins. Saiba como ajudar no Instagram deles.

O Afronte! MG está fazendo uma campanha de arrecadação de doações (cestas básicas e produtos de higiene) para regiões periféricas de BH e região metropolitana, a #BHFicaEmCasa. Para saber como funciona e como ajudar, veja a explicação da Izabella no vídeo desse link.

Foto do instagram do Doe Beaga

O Doe Beagá é uma campanha de arrecadação de doações para a Santa Casa de BH e para a APAE de Belo Horizonte. Para fazer sua doação, acesse o site da campanha.

A Bravir está convertendo 10% do valor das vendas do seu Kit Prevenção Família em doações para os projetos Espalhe Cestas, Transforma BH e Serrão Sem Corona.

O restaurante Las Chicas Vegan está fazendo uma Vakinha para arrecadar dinheiro para o preparo e entrega de marmitas a moradores de rua de BH.

E o Diego de Castro se uniu às irmãs da Toca de Assis para a produção e distribuição de marmitas para moradores de rua da cidade. A cada semana uma quantia em dinheiro é arrecadada e usada para que um restaurante parceiro prepare os alimentos a serem distribuidos.

Um grupo de amigos criou o Domingo do Bem, uma campanha de arrecadação de donativos para montagem de kits de lanches e ração para pessoas em situação de rua, que são entregues todos os domingos durante a quarentena.

Foto do instagram Transforma BH

A Transforma BH é uma plataforma de voluntariado que une quem precisa de ajuda a quer quer ajudar. Acesse o Instagram deles e saiba mais!

A Sociedade do Bem Viver criou uma iniciativa para arrecadar doações e distribuir alimentos agroecológicos à população em situação de rua, moradores de periferias e territórios vulneráveis no campo e nas florestas e criar hortas e cozinhas comunitárias em todo o Brasil. Para ajudar, acesse o link da Vakinha.

A dupla sertaneja de Belo Horizonte Marluce e Luciano está arrecadando dinheiro em benefício a pacientes que fazem hemodiálise. Para fazer uma doação, acesse esse link.

Pais e alunos do Colégio Santo Agostinho se uniram e criaram o grupo CSA Voluntários, que realiza diversos trabalhos em prol de causas diversas e também estão empenhados em ajudar aquele que necessitam nessa quarentena.

Foto do instagram do Lancho do Bem

Lancho do Bem. A jornalista Lorena Martins é uma das idealizadoras do projeto, e quando o nome dela esta envolvido, a gente pode confiar. Lancho do Bem é uma iniciativa colaborativa que leva comida e afeto para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social. Veja no instagram deles como ajudar.

O Inspira Sonhos é um projeto social que atua em BH e região, com missão de gerar transformação através de ações que vão além do assistencialismo.

A Sabrina é professora de história da rede pública de Minas e criou o perfil @sahistoriando, com postagens diárias com assuntos que podem ser tema do Enem deste ano, gratuitamente. Eventualmente ela também faz lives e posta vídeos de outras disciplinas para ajudar os alunos que não estão sendo beneficiados com aulas em EAD.

O Lá da Favelinha e a empresa BARI Engenharia se uniram em uma campanha de arrecadação de cestas básicas para os moradores do Aglomerado da Serra. Para fazer sua doação, acesse o link da campanha.

O Coletivo Balaio é uma iniciativa sócio-cultural que promove cidadania através da cultura e da promoção de direitos em Justinópolis, Ribeirão das Neves.

O TRE-MG lançou a campanha Distribua Amor, com o intuito de arrecadar leite em pó ou longa vida para quem precisa. Você pode fazer sua doação em dinheiro ou entregar na Estação Central do metrô de BH ou nas unidades da Polícia Militar.

A marca Bendizê vai reverter parte dos seus lucros de venda da nova camiseta em homenagem ao escritor Guimarães Rosa para a campanha Por Uma Quarentena Mais Justa, da TETO.

A campanha do SESC “Mesa Brasil Sesc” continua arrecadando doações e já beneficiou diversas famílias com toneladas de alimentos. Para saber como ajudar, acesse aqui.

A rede Multiplan lançou a campanha “Multiplique o Bem – vencendo a COVID-19”, juntamente com a startup Pólen, com o intuito de arrecadar doações online para diferentes instituições. Saiba como apoiar aqui.

DesignThinkers Social, a ONG Meninas de Sinhá e a Casa de Caridade Pai Jacob do Oriente se uniram para mobilizar uma rede ativa para distribuir cestas básicas, kits de higiene e realizar ações que ajudem a mitigar os impactos da pandemia do Coronavírus em comunidades carentes. Para saber mais e ajudar, veja esse vídeo.

O Mãos que Doam é um grupo solidário que atende pessoas em situação de rua levando refeições, agasalhos, cobertores e solidariedade. Todas as quartas e domingos, elas estão sopa a quem precisa. Para saber como ajudar, acesse o Instagram do grupo.

Um grupo de amigos criou o projeto ConeXação Itinerante, com o o intuito de amenizar as aflições das pessoas em situação de rua ou que estejam passando por outro tipo de fragilidade em diversos pontos de BH. Para saber como fazer parte ou ajudar, acesse o Instagram deles.

Em homenagem à sua mãe, Dona Sinhá, a Rita de Cássia Cunha criou o Projeto Enxovalzinho Filhos de Sinhá, com o intuito de arrecadar itens como fraldas, banheiras, lenços umedecidos, roupinhas e leite em pó para mães e pais carentes que precisam montar enxoval para seus filhos, em BH e região metropolitana.

O Projeto Roma Amor se juntou a sacolões de BH e lançou a campanha “Cesta Hortifrutis Sacolão”, cujo objetivo é arrecadar doações de produtos de feira para pessoas carentes. Acesse o site do projeto e saiba como ajudar ou ser um voluntário.

O CAIS é o Centro de Atendimento e Inclusão Social, uma instituição sem fins lucrativos que atua há mais de 49 anos, atendendo mais de 500 pessoas com deficiências intelectuais e autismo. Durante a pandemia, as doações recebidas diminuíram muito, afetando sua continuidade. Por isso, criaram uma Vakinha para arrecadar fundos para ajudar no seu sustento. Se não puder ajudar doando, compartilhe!

Se você conhece mais alguma campanha, compartilha com a gente aqui. E se quer ajudar mais, sempre tem iniciativas lindas no Catarse, no Vakinha e no Evoé, dá uma olhadinha!

Vai passar.

Sem Comentários ainda

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

BH Dicas

CONECTE-SE