Renascimento: olhe para Belo Horizonte de maneira diferente

Ei!

Tudo bem aí? Quero aproveitar o período da Páscoa para propor uma reflexão sobre a cidade. Sim. Para muitos é um momento de agradecimento, renovação e acho que independente do que você acredita, religiosamente falando, olhar pra dentro e tentar se conectar um pouquinho com você mesmo, e com o que você acredita, é sempre muito bom.

Veja Belo Horizonte, mas precisamente a Praça 7, há alguns bons anos atrás. Pense um pouquinho em como era a vida dessas pessoas, o trabalho, a condição de cada um, as tarefas que desempenhavam. O que essas pessoas pensavam sobre BH? E o que pensam hoje???

Foto da Praça 7 – internet

Será que mudou muito?

Quando criei o BH Dicas, uma das motivações [talvez a maior] foi ouvir de pessoas que eu encontrava pelo caminho, o quanto nossa cidade era inferior. Não era capaz. Ruim. “BH não tem nada para fazer”, “Que província!”. “Aqui não chegam as coisas”. Quantas vezes ouvi isso? Perdi as contas… e por um tempo nem questionava.

Desde que resolvi enxergar, renasci. Digo isso porque sou mineira, nascida em Belo Horizonte, e vivi anos da minha vida ‘passando’ por Belo Horizonte. Não vivendo na cidade. Sim, não reparava em nada, ia da casa para o trabalho, torcia para chegar um feriadinho e a cidade ficar vazia para eu descansar. Pessoas diziam sobre a “roça iluminada” e eu acreditava naquilo como se fosse verdade mesmo.

Quando parei pra ver, de verdade, foi um renascimento na minha própria cidade. Minha vida mudou. Meu maior propósito com o BH Dicas é transformar o olhar de quem vive em Belo Horizonte. Tento fazer isso através das minhas experiências, pois acredito que só assim é possível te passar tudo que eu acredito e venho descobrindo.

Aproveite o período para refletir sobre o visão que você nutre dentro do seu coraçãozinho, da nossa cidade. Pense se isso foi algo que as pessoas sempre disseram para você e se condiz com a realidade mesmo. Cada um tem seu tempo.

Problemas todas as cidades do mundo tem. Mas tente focar na soluções. Nas coisas boas. A escolha é sempre nossa. A gente pode mudar a nossa realidade, através da mudança do nosso olhar.

Boa Páscoa para você e se abra para um novo olhar sobre a cidade!

3 Comentários
  1. Eu costumo dizer q pra quem nunca saiu de Nova Lima, Nova Lima é a melhor cidade do mundo.
    Idem sobre as pessoas que nunca saíram pra muito longe de BH.
    BH é uma capital, cidade moderna até certo ponto, mas muito longe de metrópoles como São Paulo ou NY.

    Somos sim provincianos e muitos ainda amam BH radicalmente pois nunca conheceram nada além de BH.
    É preciso olhar BH com outros olhos – uma cidade q precisa se reinventar, investir em sua infraestrutura e crescer.

    1. Ei Marcos, tudo bem?
      Obrigada pelo comentário.
      Eu, como apaixonada por BH, vou apresentar outros pontos.
      Conheço outras cidades.
      Já morei em São Paulo, já fui a Paris, Nyc (estava lá ha duas semanas atrás de férias), Argentina, Viena, enfim.. quero viajar ainda muito, adoro todos esses ligares, mas o ponto, é que acredito que esse olhar amoroso por BH , independente de conhecer cidades “melhores”.

      Precisamos deixar de lado esse ideal de cidades “perfeitas” e enxergar que as vezes alimentamos uma ilusão.

      Todo lugar tem problemas. Amar nossa cidade, na minha opinião, tem a ver com reconhecer nossas dificuldades, reconhecer que não somos perfeitos, entender nossa cultura, olhar pro dia a dia e abrir o coração.

      Abrir o coração para o bom. Não é ignorar as coisas ruins, e sim lutar para que elas sejam cada dia mais resolvidas e isso é mais possível quando amamos de verdade o lugar em que escolhemos viver.

      Viva BH ❤️

    2. Marcos, saí de BH ano passado pra morar em Nova Lima. Não volto pra Capital nunca mais rss. O clima, as pessoas, a qualidade de vida!!! Realmente Nova Lima é uma das melhores cidades pra se morar.

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.

BH Dicas

CONECTE-SE